Ouça agora na Rádio

Tecnologia

Compartilhe agora

Windows 11 faz preços de módulos TPM dispararem e faltar estoque

Postado em 29/06/2021 por Sistema Plug

img-page-categoria

Fonte imagem capa:Imagem: Microsoft/Divulgação

Apresentado na quinta-feira (24), o Windows 11 exigirá um chip TPM 2.0 (Trusted Platform Module) ativo no computador para funcionar, conforme revelou a Microsoft. E bastou o requisito se tornar público para a procura pelo componente aumentar nas lojas online, levando à majoração dos preços e até à sua falta em alguns varejistas.

De acordo com levantamento feito pelo executivo sênior da HTC VIVE Shen Ye, os preços do módulo TPM dispararam 12 horas após o anúncio da nova geração do Windows. Em postagem na sua conta no Twitter, na sexta-feira (25), ele mostrou que os valores chegaram a aumentar quatro vezes em relação ao preço anterior cobrado pelo dispositivo.

Segundo Ye, um chip TPM 2.0 feito pela Gigabyte, que antes custava US$ 24,90, começou a ser vendido por US$ 99,90 logo após a gigante de Redmond confirmar a exigência do produto. Em conversão direta, pela cotação de hoje, os preços saltaram de R$ 123 para R$ 495, um aumento considerável.

Thanks to Windows 11, people are scalping TPM2.0 modules as well now.

$24.90 ? $99.90 in just 12 hours pic.twitter.com/9TTHC2c47w
— Shen Ye (@shen) June 25, 2021

Para o executivo, a culpa pela inflação dos preços é dos especuladores, pessoas que estariam comprando grandes quantidades do módulo para revender com lucro, aproveitando uma possível alta demanda pelo componente no futuro. Ele também criticou a Microsoft por impor a necessidade de uso do processador para atualizar o sistema.


Tendência de alta em outras marcas

A alta nos preços dos chips TPM 2.0 também foi notada em modelos produzidos por outras marcas, como apontou o site Tom’s Hardware. Módulos fabricados pela ASUS, SuperMicro e MSI ficaram mais caros e já estão indisponíveis em algumas lojas online, podendo dificultar a vida de quem precisar adquiri-los.

É importante ressaltar que o componente está presente em grande parte dos PCs mais novos, além de existir a possibilidade do módulo físico ser opcional em alguns casos. Dessa forma, vale conferir se há a tecnologia instalada em seu dispositivo antes de ir às compras.