Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Cinquenta Tons de Cinza: Como o filme está conectado com o atentado de 11 de setembro?

Imagem Noticia

Adoro Cinema

Compartilhe agora
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Postado em 05/07/2021 por Sistema Plug

Além do filme estrelado por Jamie Dornan e Dakota Johnson, a teoria da internet envolve Gerard Way, do My Chemical Romance.



A franquia Cinquenta Tons de Cinza causou muitas polêmicas, porém é inegável que se tornou um sucesso de popularidade, arrecadando bilhões de dólares nas bilheterias mundiais. Todo mundo sabe que o romance de Christian Grey (Jamie Dornan) e Anastasia Steele (Dakota Johnson) é a adaptação de uma fanfic de Crepúsculo, mas você sabia que essa história vai além disso e pode ter uma conexão com o trágico atentado de 11 de setembro?

Graças à infinita quantidade de informações disponíveis online, o pessoal da internet adora fazer conexões e teorias sobre assuntos aleatórios. Uma recente mania que está invadindo redes sociais, como o Tumblr e o Tik Tok, fazem a conexão entre o ataque terrorista e a franquia de E.L. James, a partir de um efeito dominó. Está pronto para uma jornada absurda? Vamos lá:

11 DE SETEMBRO CRIOU O MY CHEMICAL ROMANCE



O triste atentado de 11 de setembro aconteceu em 2001, onde quase 3.000 pessoas morreram e mais de 6.000 pessoas ficaram feridas, além de ter se tornado um capítulo trágico da história dos Estados Unidos. Nesse dia, Gerard Way estava num barco no rio Hudson e presenciou, de perto, a destruição causada pelo ataque. 



Entrevista do AdoroCinema com Gerard Way

Como forma de terapia para processar tamanho trauma, Gerard Way começou a investir na música. Logo, juntou um grupo de amigos e alguns instrumentos, criando assim sua famosa banda My Chemical Romance. (Para os fãs de TV, ele também é conhecido como o criador de The Umbrella Academy, que virou série na Netflix, mas isso é outra história...) O grupo lançou quatro álbuns de estúdio, sendo sucesso de crítica e público — principalmente com o conceitual The Black Parade.

MY CHEMICAL ROMANCE INFLUENCIOU CREPÚSCULO



Uma das canções de The Black Parade, intitulada Famous Last Words foi usada de inspiração por Stephenie Meyer para escrever o personagem Jacob Black (que foi interpretado nas telonas por Taylor Lautner) em Crepúsculo. Esta emoção realmente crua e descontrolada — onde não é sobre uma pessoa que cresceu e aprendeu a controlar as coisas. É alguém que está sentindo tudo pela primeira vez e só quer sair e explodir coisas, contou a autora na época. Inclusive, Meyer convidaria My Chemical Romance para fazer parte da trilha sonora de Crepúsculo quando a saga foi transformada em filmes, mas eles recusaram.

Crepúsculo: Filmes e séries influenciados pela saga criada por Stephenie Meyer

Em 2008, é lançado o primeiro longa da franquia Crepúsculo, que se torna um sucesso de público. A partir daí, surgiram mais quatro capítulos nos cinemas, arrecadando mais US$ 3.3 bilhões nas bilheterias mundiais. O romance de Bella (Kristen Stewart) e Edward (Robert Pattinson) inspira E.L. James a escrever uma fanfic colocando tais personagens em uma realidade alternativa.

CREPÚSCULO INSPIROU 50 TONS DE CINZA

Essa fanfic ia se transformar no livro Cinquenta Tons de Cinza, onde nomes de personagens foram alterados para se tornar uma obra independente, então surgiram Ana e Christian no lugar. O sucesso de tal obra se transforma na franquia cinematográfica homônima, que alavanca as carreiras de Jamie Dornan e Dakota Johnson. Que loucura, não?

Crepúsculo ou Cinquenta Tons de Cinza: Qual franquia se deu melhor?

Cinquenta Tons de Cinza ganhou duas sequências nas telonas — Cinquenta Tons Mais Escuros e Cinquenta Tons de Liberdade. Juntos, os filmes arrecadaram mais de US$ 1.3 bilhões nos cinemas, dentre os anos de 2015 e 2018. Nos livros, também foi lançada uma saga paralela, contando a história a partir do ponto de vista de Christian Grey.