Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Velozes & Furiosos 9: Quanto foi gasto em carros e quais modelos aparecem no filme?

Imagem Noticia

Adoro Cinema

Compartilhe agora
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Postado em 06/07/2021 por Sistema Plug

Os supervisores veiculares de Velozes & Furiosos 9 gastaram milhões em cenas de poucos segundos, projetaram o 'Hulk' sobre rodas e chamaram os amantes do tuning e donos de carros de última geração.


Velozes & Furiosos 9 é mais uma vez um oásis de carros tunados, velocidade, nitro e muita ação, tudo cortesia dos irmãos Dominic (Vin Diesel), Mia (Jordana Brewster) e Jakob Toretto (John Cena), além de todo o resto da equipe. Como você pode ter notado se assistiu ao filme, ele está cheio de carros icônicos, luxuosos, blindados, esportivos, experimentos, clássicos, motocicletas e tudo o que estamos acostumados há 20 anos, não à toa o orçamento foi de mais de 200 milhões de dólares para sua produção!


Mas nem toda a verba poderia ser gasta nesses brinquedos, então Dennis McCarthy e Alex King, supervisores de veículos, tiveram a tarefa de alocar parte do orçamento para o aluguel, compra, design e modificação de qualquer item de dois, quatro ou 20 rodas, para decorar esta nona parte. Por exemplo, King, que é responsável pelos motores no Reino Unido e na Europa, gastou US$3,8 milhões na aquisição de sete modelos esportivos que mal são vistos por alguns segundos em duas horas e meia de história.

Se trata da cena em que vemos Queenie Shaw (Helen Mirren), mãe de Deckard (Jason Statham), do lado de fora de uma joalheria de luxo, onde um carro é roubado, o Noble M600, com o qual foge após roubar um colar e escapa da polícia britânica com Dom como co-piloto. Para esta breve sequência, foram comprados e exibidos, além do carro esporte, um Bugatti Veyron, um Bentley Continental GT, um Rolls Royce Wraith, um Aston Martin Rapide, um Morgan Aero 8 e um Mercedes SRL McLaren, tudo completamente autorizado pela produção e por Justin Lin, o diretor.



Helen Mirren quer beijar Vin Diesel em Velozes & Furiosos 10 mas com uma condição inusitada

O serviço expresso de Queenie a Dom acaba nos portões da mansão de Otto (Thue Ersted Rasmussen), aliado bilionário de Jakob, que recebe uma festa cheia de mulheres e uma fileira de 12 carros perfeitamente estacionados, polidos e ajustados para impressionar os convidados e os espectadores do outro lado da tela.

Então, ele recrutou uma dúzia de fãs do automobilismo de Londres e donos de algumas preciosidades: um TVR Sagaris, um Lamborghini Aventador SVJ, um Lexus LFA, um Lotus Evora, um Mercedes AMG GTR, um Lamborghini Countach de aniversário, um McLaren 720S, um Apollo IE e uma Ferrari LA Ferrari, uma coleção avaliada em mais de 14 milhões de dólares, cuja função era simplesmente ficar estacionada nos pontos indicados pelo cineasta e fotógrafo.

Esse convite acabou sendo bastante engenhoso e econômico para a filmagem, pois certamente teria sido recebido como gastos excessivos e uso fugaz. Basta lembrar que, apesar de ter um orçamento confortável, Justin Lin havia desistido da ideia de lançar Tej (Ludacris) e Roman (Tyrese Gibson) ao espaço com o impulso de um balão meteorológico, seu maior desejo frustrado.



O Armadillo

Com o conhecimento de mecânica, eles construíram o Armadillo, também apelidado de Trailer Mãe: três seções blindadas e 26 toneladas de peso, corpulência que permitiu a execução de acrobacias em terrenos montanhosos e estradas da cidade de Tbilisi, na Geórgia. Esta maravilha da engenharia levou quatro meses para ser projetada por Jan Roefls, em conjunto com King. “O Armadillo superou nossas expectativas, pois parece que nada consegue detê-lo. Ele é um Hulk sobre rodas”, compartilhou o supervisor.

Velozes & Furiosos 10: O que esperar do próximo filme da franquia?

Ah, e se você gostou da coleção de Dodge Chargers, herdada do patriarca dos Torettos, você tem que saber o custo do bebê preto conduzido por Dom pela selva de Montequinto: mais de um milhão de dólares foram investidos nas modificações e adaptações desse pequeno navio! Nada mal, parece um pouco exagerado, mas nada comparado aos mais de 1,7 bilhão de dólares arrecadados até agora pelos nove longas-metragens.