Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Destaques

Locais/Regionais

Compartilhe agora

Fênix inova e passa a produzir sabonetes artesanais para levantar recursos ao projeto da causa animal

Postado em 03/11/2021 por

Feature image

*Fonte imagem : Arquivo pessoal – Portal Minutta*


Venda de produtos artesanais, eventos, feiras e ajuda da comunidade. São inúmeras as ações promovidas em prol da defesa dos animais. Recentemente, a Associação Protetora dos Animais Fênix iniciou mais um projeto, o de sabonetes artesanais, orgânicos e fitoterápicos.

A ideia surgiu da necessidade de se levantar recursos em meio a pandemia Covid-19, já que alguns eventos realizados de forma presencial precisaram ser adiados. “A associação protetora constantemente necessita buscar por novas formas de levantamento de recursos e é aí que entra a criatividade e o espírito empreendedor de cada voluntário”, explica a presidente da entidade, Benice Folador.

Para a fabricação dos sabonetes, Benice e a voluntária Angélica Maffioletti realizaram um curso com uma cosmetóloga natural americana, radicada no Brasil, que esteve em São Lourenço do Oeste (SC).

Produtos

Todos os produtos feitos pela Fênix são artesanais e sustentáveis ambientalmente, sem adição de sintéticos ou derivados de petróleo. “Nossos sabontes não têm essência ou corantes artificiais, por isto são de finalidades fitoterápicas, voltados à peles oleosas, secas, normais, mistas, sensíveis, acneicas, etc.”, diz Benice.

Parcerias

O projeto começou com a produção entre duas voluntárias, mas a entidade buscou parcerias com intuito de baratear a matéria-prima. O primeiro passo foi conversar com a undadora e sócia da Luese Óleos Essenciais, de Pato Branco (PR), Michelle Fernanda Rodrigues. “Deste encontro, ainda no ano de 2020, surgiu uma grande parceria de interesse social à causa animal. Firmamos um Termo de Cooperação Técnica, no qual a empresa Luese forneceria a matéria-prima, por um período de produção e testes, e a Fênix a mão de obra e o know how”, conta a presidente da Fênix.

Ainda de acordo com Benice, no fim do projeto, a Luese lançará no mercado duas fórmulas de sabonetes, onde um percentual será revertido à associação protetora.

Venda

Atualmente, a Fênix também se tornou vendedora dos óleos essenciais da Luese em São Lourenço do Oeste e região, sendo que 30% do valor de cada óleo vendido é revertido ao projeto da causa animal.

Para adquirir os produtos e ajudar no projeto da Fênix, os interessados podem procurar as voluntárias pessoalmente ou através das redes sociais.

Trabalho

A Fênix está com 51 animais tutelados, distribuídos em 24 lares temporários. “Este número muda na medida que resgatamos e adotamos novos cães e gatos. Nossas ações se exercem de forma voluntária e trabalhamos com um limite entre 40 a 60 animais sob nossa tutoria”, ressalta.

Benice salienta que o grupo não consegue atender e realizar todos os regates de animais de rua e que contam com a comunidade e o poder público. “Não acreditamos em canis e abrigos públicos, e sim defendemos que recursos públicos devem ser destinados à prevenção de doenças e procriações, por meio de castrações em massa de animais de rua e principalmente nas comunidades carentes”, acrescenta.

Despesas

As dívidas da Fênix estão em torno de RS 6 mil e tudo depende dos tratamentos médicos veterinários necessários, associados a ração, vacinas, castrações, benfeitorias em lares temporários, dedetizações e outros.

Mais projetos

Em oito anos de trabalho, a Fênix estabeleceu eventos fixos e periódicos, entre eles a Noite de Caldos e Sopas, a Macãorronada e o Café Feminino. Tem ainda eventos musicais, artísticos, produções e vendas de bolos de potes, brigadeiros, sabonetes, sais essenciais e artesanato.

Fonte: Angela Maria Curioletti/Portal Minutta

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários