Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Destaques

Política

Santa Catarina

Compartilhe agora

Governador Carlos Moisés decreta luto oficial de sete dias pelo falecimento do ex-governador e ex-senador Casildo Maldaner

Postado em 18/05/2021 por

Feature image

*Fonte imagem : autoridades_e_cidadaos_prestigiam_ato_inaugural_do_governo__20190101_1774568971*


O Governo do Estado decretou luto oficial de sete dias em homenagem ao ex-governador e ex-senador, Casildo Maldaner, falecido aos 79 anos, vítima de câncer, na noite desta segunda-feira, 17, às 23h, em Florianópolis. O governador Carlos Moisés manifesta pesar pela perda e se solidariza com a família e amigos neste momento de dor.

“Casildo Maldaner teve uma trajetória pública dedicada aos catarinenses e conquistou admiração e respeito de todos nós. Que Deus esteja com todos os familiares e amigos neste momento”, manifestou Carlos Moisés.

O velório acontece na Assembleia Legislativa, das 10h às 13h, e seguirá os protocolos de segurança e prevenção à covid-19. Na sequência, será realizada uma cerimônia de cremação, no Jardim da Paz, em ato reservado à família e amigos mais próximos.

Trajetória

Casildo Maldaner iniciou sua vida pública em 1962 como vereador em Modelo, mesorregião do Oeste Catarinense. Foi eleito em 1974 e reeleito em 1978 para a Assembleia Legislativa de Santa Catarina, integrando a 8ª legislatura (1975 — 1979) e a 9ª legislatura (1979 — 1983). Em 1982, elegeu-se deputado federal, para a 47ª legislatura (1983 — 1987).

Foi vice-governador de Santa Catarina, eleito em 1986 na chapa encabeçada por Pedro Ivo Campos (PMDB). Com a morte de Pedro Ivo, em janeiro de 1990, assumiu a chefia do Poder Executivo estadual, exercendo o mandato até março de 1991.

Em 1994, foi eleito senador da República e exerceu o mandato de 1995 a 2003. Em 2006, foi eleito primeiro suplente de senador. Foi diretor do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul até janeiro de 2011. Na sequência, Maldaner assumiu novamente uma cadeira no Senado.

Fonte: Secom SC

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários