public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Mais jovem prefeito do Sudoeste, quer focar na geração de emprego e renda

Foto: Reprodução

Com 34 anos, Marciano Vottri de Vitorino é o prefeito mais jovem empossado no sudoeste do Paraná, para a gestão que teve início em 1º de janeiro. Segundo ele, o fato de ser o mais jovem chefe do Executivo na região, lhe resulta em uma maior responsabilidade.


Associado e este fato, Vottri destaca que as mudanças sociais, e a própria pandemia mostram constantemente a necessidade de adaptações a que a política e a gestão pública devem ser submetidas. “As pessoas anseiam por algumas mudanças, de padrões, de métodos, de pensamentos, uma ideologia diferente. E o fato de ser o prefeito mais jovem mostra que a população vitorinense também tem anseios neste sentido.”


Defendendo uma gestão baseada em projetos, Vottri não pode ser considerado um novato na política e gestão pública, uma vez que aos 23 anos foi nomeado o secretário mais jovem de Vitorino, na época ele assumiu a pasta do Meio Ambiente, e então com 24 anos a secretaria de Agricultura, onde permaneceu por dez anos.

Logo na segunda-feira (4), o Executivo de Vitorino anunciou o investimento de R$ 1 milhão, com recursos da esfera federal. A verba de R$ 500 mil, direcionada pelo deputado federal Felipe Francischini, servirá para o município foi investir na pavimentação na avenida das Araucária do bairro Araucária Parque.

O mesmo montante foi direcionado pelo senador Flávio Arns, para a aquisição de uma escavadeira hidráulica para o parque de máquinas do Município.


Cadeia pública


Foi em meados de 2020 que a intenção do governo do Estado de transferir a cadeia pública da Comarca de Pato Branco para outra localidade passou a ter mais reverberação, e com isso surgiu a manifestação de implantação em Vitorino.


Na prática a estrutura no centro de Pato Branco, é avaliada como inapropriada, e a intenção é de construção de uma unidade moderna, para abrigar presos provisórios (que aguardam julgamento).


Vottri afirma entender que há a necessidade de ações na área de segurança pública no Estado, e a situação de superlotação deve ser sanada no Sudoeste com a construção de uma unidade nova. “Mas, enquanto Vitorino, eu como prefeito não visualizo o momento adequado para Vitorino trazer esse tipo de empreendimento hoje”, pontua o atual gestor.


Emprego e renda


No entendimento do prefeito as prioridades do Município no momento são outras, e passam pela localização estratégica, por ser margeado pela PR-280 e ter um acesso ao oeste de Santa Catarina.


“Queremos divulgar o nome da nossa cidade e mostrar para a iniciativa privada que nós temos sim um bom potencial para investimentos, para a geração de empregos, de renda, e hoje a questão de segurança pública ela não vai de encontro com os interesses da nossa gestão, e acredito do nosso Município”, diz ele destacando que o objetivo e prioridade é dar suporte para a iniciativa privada se estabelecer no Município e assim, gerar emprego e renda pelo programa que deve ser estruturado o Rota do Progresso, que na prática deve prospectar implantação de empresas no entorno da PR-280, também valendo-se da execução da segunda etapa do contorno Noroeste de Pato Branco, que liga o trecho já executado da BR-158 a PR-493, a PR-280 em Vitorino.


“O Rota do Progresso, vai ter essa finalidade, oferecer incentivos para a instalação de novas empresas e empreendimentos a margem das rodovias, estaremos em contato com o governo do Estado para fazer abertura de faixas marginais”, declara, ao projetar o fortalecimento da cadeia industrial.

Vocação primária


Em sua essência, Vitorino é um município agrícola, assim como a grande maioria do Sudoeste. E o resgate de pertencimento e de valorização do produtor rural deve segundo Vottri ser estimulado pela municipalidade.
“Nossas raízes estão no campo. Ser secretário da agricultura, e por ser engenheiro agrônomo por formação, me permite afirmar claramente que a agricultura é sim a nossa vocação”, pontua revelando que 78% da área rural do município hoje é agricultável.

Também é do campo de Vitorino, que a produção leiteira vem ganhando robustez, assim como a produção de soja, que tem como estimativa de safra mais de um milhão de sacas para este ano.


O prefeito lembra os quase 20 quilômetros de asfalto executados na área rural e fala em qualidade de vida no campo, dando condições para que o agricultor execute suas atividades, estimulando assim também a permanência de jovens nas propriedades e evitando o êxodo rural.

Fonte: Diário do Sudoeste

  • message
    Postado por
    Estação FM
  • today
    Data
    06/01/2021
  • folder
    Categoria
    Locais/Regionais
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug