Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Setor de serviços de SC tem desempenho acima da média nacional em dezembro

Setor de serviços de SC tem desempenho acima da média nacional em dezembro

Postado em 11/02/2021 por

Compartilhe Agora
Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

O segmento de serviços em Santa Catarina teve crescimento acima da média nacional em dezembro. O volume subiu 4,3%, quando comparado ao mesmo período de 2019, segundo Pesquisa Mensal de Serviços, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apresentada nesta quinta-feira, 11.

Entre os 12 maiores estados, Santa Catarina ficou em primeiro lugar, sendo que no cômputo geral teve o sexto melhor resultado. Além disso, 16 estados e o DF apresentaram recuo nesta comparação. A média nacional ficou em -3,3% para o período.

Segundo o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo, embora SC tenha apresentado o sexto maior crescimento entre os estados em dezembro de 2020, quando comparado com dezembro de 2019, foi o estado que mais contribuiu positivamente para o resultado do mês seguido por Minas Gerais, em razão de seu peso (3,2%) na economia do país.

“Apesar do recuo nos índices nacionais, Santa Catarina apresenta dados positivos, resultado de ações de fortalecimento da economia e do trabalho em conjunto com o setor produtivo. O Governo de Santa Catarina vem fazendo um esforço grande no sentido de manter o estado com os melhores índices de empregabilidade e produção industrial, conforme mostram os números e que trazem a certeza de que seguimos trabalhando no caminho certo”, avalia o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon

Diferentemente do comércio, que fechou o acumulado de 2020 com resultado positivo, o setor de serviços foi mais impactado pela pandemia por sua característica de maior interação pessoal. Estão inseridos os serviços de alojamento e alimentação, transportes, atividades de lazer, eventos, entre outras, todos impactados pelo distanciamento social. Ainda assim, apesar de uma melhora contínua desde maio, o volume de serviços do estado fechou o ano com um recuo de 4% em 2020, na comparação com 2019. Na média do país, a queda foi ainda maior, de 7,8%.

Das cinco atividades que compõem os indicadores de volume de serviços, a de profissionais, administrativos e complementares, que são os serviços prestados às empresas, foi a única que encerrou o ano com crescimento – variou 11%. Enquanto outros serviços ficaram praticamente estável (0,1%).

Tiveram desempenho negativo serviços prestados a famílias (-26,6%), de informação e comunicação (-6,1%) e transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-1,7%).

A pesquisa traz, além dos indicadores do volume, os da receita nominal dos serviços. Também nesse caso Santa Catarina teve queda, embora menor (-3,2%), no acumulado de 2020.

Atividades turísticas sentem impactos da pandemia

A pesquisa traz ainda indicadores de volume e da receita nominal das atividades turísticas de 11 estados e do Distrito Federal. Apesar de uma queda expressiva, (-30,6%) no volume dessas atividades, Santa Catarina apresentou o menor recuo entre todos os outros estados analisados. No Ceará, em São Paulo, no Rio Grande do Sul e no Distrito Federal, a queda superou 40%; no país foi de 36,7%.

Outro indicador do efeito da pandemia do novo coronavírus é que Santa Catarina teve, em dezembro de 2020, um recuo de 31,8% no volume de atividades turísticas.

Fonte: Secom SC

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os mesmos são moderados de acordo com nossa política.