Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Mulher é vítima de tentativa de golpe no WhatsApp em Irati

whatsaa-1

Postado em 26/05/2021 por

Compartilhe Agora

Na terça-feira (25), na cidade de Irati (SC), uma mulher de 54 anos acionou a Polícia Militar de Irati para informar que foi vítima de um golpe onde bandidos solicitavam dinheiro em seu nome pelos grupos de whatsapp.
A vítima relatou para os policiais que sua sobrinha e sua irmã entraram em contato com a mesma dizendo que havia um número de telefone com sua foto pedindo dinheiro para pagar um boleto no grupo de whatsapp, temendo que seu celular tenha sido clonado, procurou a Polícia Militar para fazer o registro.

Como acontece este tipo de golpe:

Segundo a Polícia Militar o golpe começa a ser aplicado quando os bandidos criam um perfil de WhatsApp com a foto da vítima, possivelmente encontrada em redes sociais.

Por meio do aplicativo de mensagens instantâneas, os criminosos entram em contato com amigos e familiares da pessoa, passando-se por ela.

Os golpistas informam que o número de whatsapp mudou e, após algumas trocas de mensagens, pedem uma transferência bancária.

A ajuda financeira é solicitada com histórias fajutas, como a necessidade de pagamento a um fornecedor, após a pessoa já ter excedido o limite de transferências bancárias do dia etc.

Como se proteger:

• No whatsapp, habilite a verificação em duas etapas e não forneça esse tipo de código por telefone. Mas, caso já tenha sido vítima, tente rapidamente deletar o aplicativo, baixar e registrar novamente. Caso isso não funcione, se o PIN for solicitado, insira o número errado até que o app seja bloqueado temporariamente.

• Avise seus contatos, por meio das redes sociais ou pessoalmente, sobre o risco de alguém pedir dinheiro em seu nome. Comunique a clonagem por e-mail ao whatsapp (support@whatsapp.com) para que a conta seja bloqueada;

• E principalmente Não faça depósitos bancários e nem recargas de celulares para quem não conhece;

• Se for vítima, chame a Polícia Militar ou vá até a Polícia Civil. Tente repassar aos policiais o máximo de informações sobre os golpistas.

Fonte: Polícia Militar

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.