Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Destaques

Política

Santa Catarina

Compartilhe agora

Padre Pedro Baldissera se licencia por 60 dias da Alesc

Postado em 22/09/2021 por

Feature image

*Fonte imagem : Alesc*


O deputado estadual Padre Pedro Baldissera do Partido dos Trabalhadores se licenciou por dois meses do cargo que exerce na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Ele esteve na Peperi na última semana e confirmou a informação. Essa será a segunda vez que ele vai se ausentar do parlamento catarinense.

Segundo ele, a medida visa oportunizar que os suplentes do partido assumam uma cadeira na Alesc. De acordo com Padre Pedro, a ação é fundamental para que outras pessoas também possam mostrar seu trabalho e competência, contribuindo com ideias e sugestões para que o estado catarinense avance em vários segmentos.

O deputado estadual Padre Pedro Baldissera está licenciado desde esta terça-feira (21). Ele destacou que desde então está em seu lugar o suplente Adriano De Martini de Xanxerê. Nas eleições de 2018, Adriano fez 12.325 votos.

Padre Pedro ressaltou que o suplente tem uma história forte na política local e por isso ele acredita que o mesmo fará um bom trabalho pelos próximos dois meses. Ele citou que o fato de se licenciar também é uma forma de agradecimento aos colegas de partido que o ajudaram na última eleição.

O deputado estadual Padre Pedro Baldissera do Partido dos Trabalhadores vai percorrer todo o estado catarinense pelos próximos 60 dias. Ele comentou que nesta semana vai acompanhar a agenda do governador Carlos Moisés na região de Campo Erê e após vai se deslocar para a região Sul de Santa Catarina. O objetivo é ouvir a demanda da comunidade, além de fortalecer as bases petistas visando as eleições de 2022.

Padre Pedro Baldissera vai retornar à Alesc em meados de novembro, onde volta a assumir uma cadeira no parlamento catarinense.

Fonte: Rede Peperi

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários