Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Projeto aprovado concede o Título de Cidadão Honorário a ex-prefeito

Arquivo Pessoal

Postado em 16/06/2021 por

Compartilhe Agora

A Câmara de Vereadores de São Lourenço do Oeste aprovou em sessão ordinária, segunda-feira (14), o Projeto de Decreto Legislativo 2/2021, que concede o Título de Cidadão Honorário ao ex-vereador e ex-prefeito do município Dionísio Biazussi.

Na mensagem, os vereadores da Bancada do MDB, autores da proposição, ressaltam a importância dos trabalhos prestados por Biazussi para o desenvolvimento de São Lourenço do Oeste, tendo sido vereador eleito na terceira legislatura (1967 – 1969), e prefeito por duas oportunidades (1978 – 1982 e 1989 – 1992).

“A cidadania honorária é um título concedido para alguém importante de uma localidade, exigindo este título como premissa, trabalhos realizados pelo homenageado sem visar lucros, mas sim em defesa da localidade que lhe homenageia, argumentos encontrados na pessoa do Sr. Dionísio Biazussi, conforme a sua própria biografia lhe descreve”, justificam os parlamentares.

A matéria foi apreciada pelo plenário com pareceres favoráveis das comissões de Legislação e Educação, tendo aprovação unânime em votação nominal (8×0). A homenagem com a entrega do título honorário se dará em sessão solene, com data, local e horário a serem designados por ato legislativo da Presidência da Câmara.
Biografia de Dionísio Biazussi

Nasceu em 25 de abril de 1934 em Erechim, hoje município de Mariano Moro, estado do Rio Grande do Sul. Filho de Ângelo e Josefina Biazussi, irmão de Fortunato, Deolindo, Frederico, Etelvino, Valentina e Marcelino. Casou-se com Jandira Biazussi, com a qual tem três filhas, Luciane, Rozane e Simone.

Em Erechim, Dionísio trabalhou com o seu irmão Frederico em uma serraria, onde também exercia a função de caminhoneiro, vindo a conhecer São Lourenço do Oeste por volta de 1955, quando vinha visitar o seu irmão Etelvino e aproveitava para realizar o transporte de mudanças e frutas oriundas do Rio Grande do Sul. No retorno transportava madeira para a serraria da família.

Por motivos de saúde da mãe, mudou-se oficialmente para São Lourenço do Oeste em 07 de setembro de 1957. Dionísio conta que uma das primeiras lembranças que tem quando chegou na cidade foi a de filiar-se ao Clube Recreativo Araucária – CRA, primeira sociedade esportiva da localidade. Na cidade de pato Branco – PR, realizou por um ano o curso de radiotécnico, constituindo uma loja com o irmão, a Eletro Escala, no qual veio a atuar até meados de 1964. Após este período, a loja realizou uma fusão com a empresa de Norivaldo Ziem e Dionísio começou a trabalhar com o Grupo Libardoni, exercendo a função de Diretor Financeiro com o amigo e companheiro Angelo Fantin.

Em 1964, pelo fato de acompanhar as transmissões do Grupo dos Onze, de Leonel Brizola, por meio da rádio Mayrink Veiga do Rio de Janeiro, foi detido pela ditadura Militar, tendo seus rádio amadores e revistas apreendidas. Biazussi conta que o fato lhe despertou vontade de se inserir na vida pública, motivado pelos ideais nacionalistas contra ditadura, apoiados na base do governo do Presidente João Goulart. Foi questão de tempo para encontrar 11 amigos e fundar o MDB – Movimento Democrático Brasileiro em São Lourenço do Oeste, vindo a disputar a eleição contra a Arena, o partido do militares, na eleição seguinte.

Das sete vagas disputadas na câmara de vereadores, quatro ficaram para o MDB, entre elas a de Dionísio Biazussi, vereador eleito no período de 1967 a 1969, com 177 votos, tendo como colegas Lídio Sutilli, Honório Bottega e Orlando Bessegato. Como vereador, acumulou também a função de Secretário de Administração por dois anos, na gestão do prefeito Zeno Germano Etges.

Em 1968, foi candidato a vice prefeito ao lado do ex deputado federal lourenciano Francisco Libardoni, vindo a perder a eleição para José Ebling. Já em 1972, disputou as eleições ao lado de mais dois companheiros emedebistas, entre eles Lídio Sutilli e Sabino Santin. Na época Dionísio se elegeu, porém com a impugnação de uma urna na comunidade de Santana da Bela Vista, o resultado foi revertido e deu a vitória para Sabino Santin por 27 votos. Neste período Biazussi foi Diretor de Obras da administração do prefeito Sabino.

Em 1976, nas eleições municipais, o Manda Brasa, como é popularmente conhecido o MDB, disputou as eleições e elegeu Dionísio Biazussi como o 6˚ prefeito da história de São Lourenço do Oeste, ao lado do vice Honório Bottega. Dionísio conta que a partir daí São Lourenço do Oeste começou a avançar em infraestrutura, tendo como fator determinante a amizade construída por ele com o Governador do Estado de Santa Catarina, Jorge Bornhausen. Ao longo dos próximos anos São Lourenço do Oeste passou a contar com maiores investimentos em abastecimento de água e telecomunicação, tanto na cidade quanto nos distritos. Foi nesta época que o asfalto de São Lourenço do Oeste até o município de Chapecó foi construído.

Outras conquistas foram concretizadas, como a aquisição e implantação do Parque Bracatinga, em conjunto do Viveiro Municipal, construção de 45 escolas em alvenaria e oito em madeira, o estádio Municipal, hoje pertencente a família Fantin e cedido ao projeto Educação em Tempo Integral; campo de futebol do Bairro São Francisco e Ginásio de Esportes do Centro. O ginásio do centro foi uma grande saga, conta Dionísio: “Não se tinha empresas capacitadas para a construção em nossa região. Foi através da empresa Zortea de Curitibanos e do apoio do Governador Jorge Bornhausen que a obra se tornou possível”. Para Biazussi, a construção do Ginásio de esportes do centro foi uma das suas maiores alegrias como homem público. O projeto também contou com a parceria do Frei Celestino, que utilizou parte do lucro da festa da igreja para dar início às obras. Em seu segundo mandato, em 1989, o centro esportivo foi finalizado.

Neste mesmo período também foram realizadas as primeiras pavimentações em calçamento nas principais ruas do centro, além da construção de aproximadamente 30 pontes de concreto no interior.

Com o término de seu primeiro mandato, Dionísio incentivou Cairu Hack à vida pública, tornando-o prefeito em 1983. Em 1989, Dionísio elegeu-se para o seu segundo mandato como prefeito, tendo ao seu lado o vice-prefeito Leonel Baldissera. Na época iniciou a pavimentação asfáltica em São Lourenço do Oeste e desenvolveu inúmeras obras para incentivar o esporte e o convívio social. Buscou formas de incentivar os jovens e as comunidades a se organizarem, e a partir daí mais de 30 canchas de bocha foram construídas, clubes de mães e idosos foram instituídos, quadras de futebol de salão, campos de futebol no interior – foi um marco na história do município, era a qualidade de vida que o lourenciano precisava. Entre as mais variadas conquistas, destacamos também a construção da Sede da Polícia Militar e Polícia Civil, da Prefeitura Municipal, da APAE, auxílio na implantação da agência da Caixa Econômica Federal e significativo papel na criação do Bela Vista Clube de Campo.

Após o término do seu segundo mandato, em 1993, foi um dos fundadores do Laticínios Noroeste, iniciando na época, o trânsito de caminhões para a coleta de leite em nosso município. Em 1996, recebeu o Diploma Honóris Causa, desta casa de leis. Em 2006, com o falecimento de sua esposa, encontrou como companheira a senhora Maria de Lourdes da Silva, a popular Lourdinha, que lhe acompanha e lhe apoia até hoje. Em 2012, foi candidato a vice-prefeito ao lado do atual prefeito Rafael Caleffi.

Dionísio Biazussi, homem simples, sem instrução formal, mas com grande visão sobre o futuro de São Lourenço do Oeste. Dedicou mais de vinte anos da sua vida para o desenvolvimento do município, buscando sempre resolver os problemas do seu povo através do diálogo e da determinação. Mesmo quando não ocupou mandatos eletivos esteve junto das administrações exercendo as mais várias funções. Politicamente é considerado até hoje um grande conselheiro.

Parabéns Senhor Dionísio Biazussi, és merecedor do título de Cidadão Honorário de São Lourenço do Oeste.

Fonte: Assessoria Câmara de Vereadores de São Lourenço do Oeste

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.