Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Destaques

Educação

Policiais

Compartilhe agora

Suspeitos de ataque a banco, estupro e latrocínio são presos enquanto faziam prova do Enem

Postado em 22/11/2021 por

Feature image

*Fonte imagem : Fabio Rodrigues Pozzebom – Agência Brasil*


Ao menos 27 pessoas foram presas enquanto faziam a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no domingo (21), em todo o território nacional. De acordo com a Gaúcha ZH, alguns dos detidos já tinham passagem pela polícia e estavam foragidos da Justiça por crimes como assalto a banco, latrocínio e estupro de vulnerável.

Segundo a Gaúcha ZH, em coletiva de imprensa organizada pelo Ministério da Educação, o delegado da Polícia Federal Cleo Mazzotti falou sobre o trabalho da organização na segurança do Enem e afirmou que uma das preocupações nesta edição era com relação a ataques cibernéticos.

Na coletiva ainda foi destacado a ação conjunta da Polícia Federal (PF) juntamente com as Polícias Civil e Militar para o cumprimento dos mandados de prisão em diversos Estados. As pessoas foram detidas em decorrência de crimes como tráfico de drogas, estupro de vulnerável, roubos e sequestro com cárcere privado.

De acordo com informações da Gaúcha, 27 indivíduos foram presos sem nenhuma intercorrência nas provas.

As prisões

Em Teresina, no Piauí, três candidatos foram presos durante a realização da prova. Eles estavam sendo monitorados por uma ação conjunta das polícias Federal e Civil após se inscreverem no Enem e indicarem o município como local de aplicação das provas. Nenhum dos detidos teve o nome divulgado.

Entre os presos, segundo o Portal Uol, está um homem de 32 anos acusado de participar de um assalto a banco no Maranhão. O segundo preso tem 44 anos e estava foragido da Justiça de São Paulo, acusado de apropriação indevida de bem. Por fim, uma mulher natural de Juazeiro do Norte, que estava foragida da Justiça do Ceará, foi presa. Não foram informadas a idade nem o crime do qual ela é acusada.

No município de Santana, no Amapá, a Polícia Federal prendeu um homem de 18 anos durante a realização das provas. Ele tinha um mandado de prisão em aberto pelo crime de furto qualificado.

De acordo com informações do G1, três prisões foram realizadas no Pará, cada uma nos municípios de Belém, Marabá e Tailândia. Todos os detidos tinham mandado de prisão emitido anteriormente por crimes como latrocínio e estupro de vulnerável.

Fonte: Clic RDC

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários