Ouça agora na Rádio

Ouça agora

CPI da Pandemia ouve médica Nise Yamaguchi, defensora do tratamento precoce

51217138472_b6121d9f5c_o-1

Postado em 01/06/2021 por

Compartilhe Agora

A CPI da Pandemia, no Senado Federal, retoma os trabalhos nesta terça-feira (1º) com o depoimento da oncologista e imunologista Nise Yamaguchi. A médica, que também é presidente do Instituto Avanços em Medicina, defende o chamado “tratamento precoce” e o uso da cloroquina contra o coronavírus. Assista à sessão ao vivo no vídeo acima.

Yamaguchi foi chamada para depor após pedidos dos senadores Eduardo Girão (Podemos-CE), e Marcos Rogério (DEM-RO), que são aliados do presidente Jair Bolsonaro. Segundo o depoimento do presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, ela defendeu a mudança na bula do medicamento para haver a indicação ao tratamento da Covid-19.

Barra Torres disse que recusou a ideia e indicou, segundo os senadores da CPI, a existência de um gabinete paralelo de aconselhamento do presidente da República.

Ela foi apontada como possível ministra da Saúde após a queda de Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. Ambos deixaram o governo reclamando da falta de apoio do presidente no combate à pandemia.

Nise Yamaguchi foi convidada a estar na comissão, e não convocada. Por isso, não é obrigada a comparecer à CPI nem em falar a verdade, como acontece no caso de convocação.

Outros requerimentos

A sessão pode votar também um requerimento para ouvir o presidente da CBF, Rogério Caboclo, para explicar a opção pelo Brasil em receber a Copa América 2021 após as desistências de Argentina e Colômbia. O torneio teria início em 13 de junho.

O vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues, da Rede do Amapá, foi quem protocolou o pedido.

Nesta terça-feira (1°), também deve ser discutida o adiantamento do depoimento da médica Luana Araújo, que foi chamada para ser Secretária extraordinária de combate à Covid-19. A infectologista ficou 10 dias trabalhando no Ministério da Saúde, mas não assumiu o cargo porque foi reprovada pelo Palácio do Planalto. A médica foi uma indicação técnica e era contrária a cloroquina.

Fonte: BandNews FM

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.